É o procedimento no qual remove o excesso de pele flácida que se encontra entre o umbigo e o púbis e restaura os músculos enfraquecidos ou separados, proporcionando um abdômen mais bonito e tonificado. Muitas vezes, apenas realizar exercícios físicos e controle de peso não são suficientes para almejar certos objetivos, até mesmo pessoas com peso corporal e proporção normais podem desenvolver um abdômen flácido e frouxo. As principais causas mais comuns destas situações incluem:

  • Gravidez;
  • Envelhecimento;
  • Oscilações significativas no peso;
  • Hereditariedade;
  • Cirurgia prévia.

A abdominoplastia é um procedimento altamente individualizado e você deve fazê-lo para si mesmo, não para satisfazer os desejos de outra pessoa ou para se adaptar a qualquer tipo de imagem ideal.

 

Entenda como funciona o procedimento cirúrgico:

 

Anestesia

Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral. Seu médico irá recomendar a melhor opção para você.

 

Incisão

O procedimento completo da cirurgia de abdominoplastia requer uma incisão horizontal orientada na área entre a linha do púbis e umbigo, na posição de uma cesariana. A forma e o comprimento da incisão serão determinados pelo grau de correção necessário. Através desta incisão, os músculos abdominais enfraquecidos são reparados e suturados, enquanto o excesso de tecidos e de pele são removidos. Normalmente é retirada toda pele entre o umbigo e o púbis, esticando a pele superior que sobrou até em baixo e refazendo a fixação do umbigo com uma cicatriz dentro deste.

 

Fechando as incisões

Suturas, adesivos de pele, fitas ou clipes são usados para fechar as incisões na pele. Eu pessoalmente não uso fios inabsorvíveis e, portanto, não há pontos para retirar no pós-operatório.

 

Resultados

O procedimento de abdominoplastia irá resultar em um contorno abdominal mais suave e tonificado, ficando mais proporcional com o seu tipo de corpo e peso.

Os resultados finais podem ser inicialmente obscurecidos pelo inchaço e por sua incapacidade de ficar totalmente na vertical até que a cicatrização interna seja finalizada. Dentro de uma semana ou duas, você poderá ficar totalmente em pé e estará mais confiante com o seu novo perfil.

 

Pós-operatório

Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões e você pode ser envolto em uma bandagem elástica ou compressão para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos do abdômen à medida que cicatrizam. Embora eu não faça mais uso de dreno, há colegas que usam e pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possam acumular.