Ginecomastia, também conhecida como cirurgia da mama masculina é o procedimento que corrige as glândulas mamárias demasiadamente desenvolvidas ou grandes.

A Ginecomastia é uma condição comum em homens de qualquer idade, podendo ser resultado de alterações hormonais, condições de hereditariedade, doença ou utilização de certas medicações. A Ginecomastia pode causar desconforto emocional e prejudicar a autoconfiança. Alguns homens passam a evitar determinadas atividades físicas e intimidade simplesmente para esconder sua condição.

 

Entenda como funciona o procedimento cirúrgico:

A cirurgia plástica para corrigir a Ginecomastia é tecnicamente chamada também de Mamoplastia redutora, ou seja, reduzindo o tamanho da mama e melhorando o contorno do tórax.

Em casos graves de Ginecomastia, o tecido mamário em excesso pode fazer com que as mamas fiquem flácidas e a aréola alargada (pele escura ao redor do mamilo). Nesses casos, a posição e o tamanho da aréola podem ser cirurgicamente melhorados e a pele em excesso retirada.

 

Pós-operatório

Após a cirurgia, um curativo cobrirá suas incisões, e bandagem elástica ou malha podem ser usadas para diminuir o inchaço e dar sustentação à mama operada.

Um dreno pode ser temporariamente colocado sob a pele para drenar qualquer excesso de sangue e fluido que possam acumular.